voltar para outros artigos

A importância de ser apaixonado pelo o que a gente faz

Por Dentro da Sistel 16 de outubro de 2017

A Central de Relacionamento é a menina dos olhos da Fundação Sistel, é por meio dela que existem o contato e o diálogo entre os Assistidos, Pensionistas, Participantes e os colaboradores da instituição para que tudo aconteça da melhor forma possível. Nesse contexto, o trabalho da Assistente de Relacionamento, Rúbia Cátia Guedes dos Santos, se destaca.

Rúbia têm 36 anos, é casada e mãe dos gêmeos Rafael e Gabriel de 16 anos. Orgulhosa, diz sorridente: “ser mãe é um dom e tenho esse dom duplicado”. Quando está na companhia dos filhos volta à adolescência e juntos se divertem a valer. Para os rapazes estão dirigidas todas as suas prioridades: “meu maior objetivo é dar qualidade de vida para os meus filhos, para que possam se formar e terem bons empregos”.

O trabalho com a Sistel começou em 2005, quando a Central de Atendimento era terceirizada. Rúbia recorda: “graças a Deus entrei para o atendimento que me proporciona muito prazer. (…) Outro dom que Deus me deu é o da paciência e do acolhimento aos idosos”.

Em 2016, com o retorno da operação da Central de Atendimento para a Equipe Sistel, foi contratada pela entidade. Somados os dois períodos, são 12 anos que ela descreve como um tempo de muita alegria.

img_5108Rúbia fala com entusiasmo do seu dia a dia: “atendo pessoalmente, por telefone, por e-mail e pelo Fale Conosco aos Assistidos, Pensionistas e Participantes, por isso tenho esse vínculo, essa proximidade com eles”.

Indagada sobre o sucesso do atendimento que realiza, modestamente explica que é “por causa do público, em especial dos idosos. Vejo nesse atendimento um aprendizado a cada minuto, são vidas experientes que nos passam reflexões para a vida. São pessoas humildes que, na maioria das vezes, querem só atenção e acolhimento”. Para realizar o “atendimento mágico”, como o define, a fórmula é: “acima de tudo ter paciência, gostar de gente, ter empatia e paixão pelo que se faz”.

O Assistido, Élio Antunes  de Oliveira, 73 anos, morador do Distrito Federal, confirma que Rúbia é “totalmente dedicada. Faz um bom trabalho e explica tudo direitinho”.

Convidada a transmitir uma mensagem aos leitores do Perfil Sistel, Rúbia recorda os 40 anos da instituição e afirma:

“É um imenso prazer fazer parte dessa grande família. Não posso deixar de lembrar os nosso valores: ser ético e transparente; paixão pelo faz; gente que gosta de gente; alta performance e trabalho em Equipe”.

 




  1. gilvanilda disse:

    Parabéns, à todos que fazem a sistel??????????

  2. JOÃO MOURA disse:

    A nova equipe aos Assistidos é de uma Fidalguia sem par. Parabéns a todos que fazem a Sistel.