voltar para outros artigos

Casal conta segredos para quem quer aposentar mais cedo e viver de renda

Minhas Finanças 1 de setembro de 2015

Em artigo publicado no site “MarketWatch”, a história de Billy e Akaisha Kaderli serve de inspiração. Eles se aposentaram aos 38 anos e hoje, aos 61, moram em Panajachel, na Guatemala, às margens do lago Atitlán.

Quando resolveu que iria deixar de trabalhar e viajar o mundo, Billy atuava como corretor e gerente de investimento. Akaisha administrava o restaurante deles na cidade de Santa Cruz, na Califórnia (EUA).

Com isso, a renda do casal era acima da média da dos americanos que possuem empregos mais “regulares”. Ainda assim, o sucesso deles em conseguir o dinheiro para a aposentadoria veio menos da renda em si, e mais do fato de adotarem a simplicidade como estilo de vida, cortarem gastos, monitorarem as despesas e de serem investidores inteligentes.

“Quando ele decidiu que iríamos nos aposentar mais cedo, achei uma ideia maluca, não estava nos meus planos. Mas ele me mostrou que poderia funcionar e me uni a ele nessa missão”, conta Akaisha.

Os dois, então, encararam o desafio de adotar um novo estilo de vida, mais simples e menos consumista.

Os Kaderli mudaram seu padrão de vida e passaram a viver com menos de US$ 30 mil por ano, incluindo gastos médicos, domésticos e do dia-a-dia. O casal também vendeu tudo e se mudou para Nevis, uma pequena ilha no Caribe. Quanto eles conseguiram guardar? Mais ou menos US$ 500 mil.

“Nós não estamos sozinhos. Há todo um grupo de pessoas no mundo que está correndo atrás para fazer como nós e atingir a aposentadoria adiantada”, diz Billy.

O casal resolveu criar um site, o RetireEarlyLifestyle.com, e publicar dicas e mapas para que outros possam seguir seus caminhos pelo mundo.

“É só uma questão de priorizar a economia de dinheiro. Tenha um objetivo financeiro e cole-o na sua geladeira, não o perca de vista e tenha foco que você consegue”, diz Billy.

No livro que publicaram em 2011, “Your Retirement Dream is Possible” (“Seu sonho de aposentadoria antecipada é possível”), os Kardeli descrevem os passos por trás do plano de adiantar a saída do emprego e iniciar a vida de aposentado. Confira alguns deles:

1) Avalie suas finanças

Para avaliar a capacidade de aposentadoria, é preciso descobrir quanto vale seu patrimônio líquido.

“Procure um corretor para avaliar quanto vale sua casa e, então, subtraia esse valor do que falta do financiamento feito para comprá-la. Adicione o valor da sua aposentadoria, investimentos, dinheiro guardado ou qualquer outro contrato financeiro. Além disso, some também o valor do seu carro, joias, móveis e outros itens. Dessa soma, subtraia as dívidas. Pronto, este é o valor do seu patrimônio líquido”, ensinam.

2) Rastreie seus gastos

Comece a escrever e anotar cada centavo que você gasta.

“É imperativo que você saiba quanto está gastando não somente por mês ou ano, mas também por dia”, escreveram os Kardeli. “Depois de um mês ou dois fazendo isso, você vai descobrir onde pode reduzir os gastos. Depois de um ano, você estará no controle de despesas futuras. Adotar essa rotina simples é o primeiro passo para a liberdade financeira”, acrescentam.

Todos os dias o casal controla a porcentagem de gastos frente ao seu patrimônio líquido; dessa forma, eles podem perceber de maneira rápida e eficaz qual gasto precisa ser cortado.

Para chegar nessa conta, eles seguem a regra dos 4%, ou seja, gastar somente essa porcentagem do seu portfolio por ano, com ajustes somente quando necessário.

3) Guarde bem e, depois, guarde mais um pouco

Uma vez iniciado o controle de seus gastos, vai se tornar mais fácil perceber como e onde reduzir gastos extras e adicionar esse valor ao montante guardado. Uma regra que o casal aconselha é guardar entre 10% e 15% de seu rendimento bruto por ano.

“Só não se esqueça que as despesas irão mudar quando você se aposentar. Dispensar um trabalho pode adicionar custos ao orçamento da família, como manutenção do carro de maneira mais frequente, saídas para as refeições, lavanderia e outros”, pontuam.

4) Invista de maneira inteligente

O casal americano investiu seu dinheiro em ações por meio de fundos mútuos de índice. Durante a crise econômica que atingiu os Estados Unidos em 2008, os investimentos do casal foram atingidos, mas nada que alterasse muito seu estilo de vida.

“Nós sofremos um impacto, sem dúvida, mas, como tínhamos verba guardada, pouca coisa mudou em nossas vidas. Também resolvemos, durante a crise, mudar nossa carteira para fundos negociados em Bolsa e sair um pouco de fundos de índice tradicionais. Assim, éramos capazes de negociar em tempo real”, explica Billy

5) Opte pela simplicidade

Os Kaderli garantem que ter uma vida de baixo custo não necessariamente significa abrir mão de ter e comprar coisas, e sim passar a encontrar a felicidade em experiências e não objetos.

“Coisas que não possuam grande significado para a vida são um buraco negro na sua estrada para a independência financeira. Se apegue as situações e pessoas, não a coisas”, escrevem.

6) Mantenha o foco no objetivo final

O conselho final que o casal deixa para quem quer atingir a aposentadoria antecipada é: toda vez que você se desvia de seu objetivo, seja gastando um pouco mais, sucumbindo à pressão daqueles que te aconselham a desistir, ou optando por não colocar dinheiro extra em seus fundos de aposentadoria, você está literalmente retardando sua data de aposentadoria por semanas, meses ou talvez até mesmo anos. Tenha foco.

Fonte: UOL Economia