voltar para outros artigos

Como definir suas metas de ano novo?

Biblioteca Cultural 10 de janeiro de 2018

Todos traçamos objetivos e metas que queremos alcançar no decorrer do ano novo que está começando. Essas resoluções entram em listas, percorrem o ano e nos mantém motivados para realizar o quanto antes.

Os desejos são muitos. Desde comprar um imóvel, se casar, fazer um curso bem legal na área que nos faz feliz e até mesmo planejar aquela viagem que a gente nunca imaginou fazer.

Para ajudar você a riscar da sua lista todas as metas preenchidas, a silviapahins.com deu 3 dicas:

 

1. Colocar suas metas por escrito

 

Depois de definir bons objetivos, é hora de colocá-los por escrito. Além de impedir que você se esqueça deles, esse exercício também te ajuda a deixá-los mais claros.

Nesse momento, evite escrever frases em negativa. Por exemplo, em vez de dizer “Não ficarei mais do que uma hora a mais no escritório por dia”, escreva: “Ficarei no máximo uma hora a mais no escritório por dia”. Assim, você evita associar suas metas com sentimentos de negatividade (parece algo banal, mas realmente funciona!).

Além disso, também coloque por escrito um rápido planejamento de como você pretende segui-las. Nele, procure responder perguntas como:

  • Em que momento do dia você vai se esforçar para cumprir essa meta?
  • O que é necessário para isso?
  • O que você vai fazer quando pensar em desistir?

Dessa maneira, você evita perder tempo e motivação lidando com obstáculos para a realização dos seus objetivos quando chegar a hora de cumpri-los. A última pergunta é especialmente importante para te ajudar a se manter dedicado.

Você pode se lembrar dos pontos negativos de desistir, se lembrar do que te motivou a escolher aquele objetivo ou até mesmo fazer uma versão “simplificada” dele. Por exemplo, se sua meta é fazer 40 minutos de caminhada todos os dias, você pode optar por fazer apenas 20 minutos quando estiver prestes a desistir. É melhor diminuir o ritmo do que parar de vez!

 

2. Dividir suas metas em etapas menores

 

Outra maneira de se manter motivada para cumprir suas metas de ano novo, é dividi-las em etapas menores. Por exemplo, se você se propôs a aprender a tocar um instrumento, você pode listar desafios menores que te levem a esse objetivo, como:

  • Aprender uma base de teoria musical;
  • Aprender a tocar uma música simples;
  • Se aprofundar um pouco mais em teoria musical;
  • Aprender a tocar uma música mais complexa.

Assim, o objetivo final se torna menos intimidador e você tem uma ideia mais clara de por onde seguir. Além disso, cada etapa vencida te deixará mais motivado para continuar!

Você também pode estabelecer prazos ao longo do ano para cada um desses passos, para que eles estejam presentes na sua vida mesmo depois de a empolgação do ano novo passar.

 

3. Não confundir a meta com o caminho para alcançá-la

 

Planejamento é bastante importante para qualquer projeto (e, afinal, as metas de ano novo não são projetos pessoais?), mas flexibilidade, também. Por isso, fique atento para não se concentrar demais nos passos que decidiu tomar e se esquecer do seu objetivo final.

Por exemplo, vamos supor que você tenha decidido se exercitar por 30 minutos todos os dias e, para isso, tenha escolhido caminhar até o trabalho ou usar as escadas em vez do elevador. Mas você tem que acordar muito cedo para chegar no trabalho a tempo se for andando e morre de preguiça de subir as escadas.

Em vez de insistir em um método que não está te trazendo benefícios, procure alternativas. Lembre-se: seu objetivo é se exercitar, não fazer isso de uma maneira específica. Talvez seja mais interessante procurar outra atividade física, como natação ou pilates, que vai te trazer mais felicidade e te ajudar a se manter firme.