voltar para outros artigos

Cuidados com a pele no inverno

Bem-estar & Saúde 1 de julho de 2016

A pele é o maior órgão do corpo humano, em média responde por dezesseis por cento do peso de uma pessoa. As suas principias funções são: regulação térmica; defesa orgânica; controle do fluxo sanguíneo; proteção contra os agentes do meio ambiente; e, a percepção de calor, frio, pressão, dor e tato.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia — SBD destaca que as pesquisas científicas comprovam a relação dos estados emocionais e o aparecimento de doenças na pele: “Com o desenvolvimento progressivo da ciência no campo da psiconeuroimunologia, sabe-se que mensageiros químicos – os neuropeptídeos e outros neurotransmissores (substâncias produzidas pelo sistema nervoso) – levam informações do cérebro para os receptores da pele e vice-versa. Assim, as mais diferentes situações emocionais – ansiedade, euforia, tristeza, angústia, estresse, depressão – acabam causando alguma reação no organismo, inclusive na pele, nos cabelos e nas unhas”.

No inverno, além de administrar bem as emoções para manter uma pele saudável, alguns cuidados especiais são necessários. Nessa estação, a umidade diminui e, por consequência, a transpiração corporal, o que torna a pele mais seca. Os banhos quentes são mais constantes e removem a oleosidade que forma um manto que ajuda a manter a umidade da pele.

O rosto e do corpo com o clima frio e seco ficam esbranquiçados, o que ocorre pela desnaturação das proteínas. A recomendação para evitar esse quadro é fazer hidratações profundas, manter uma alimentação rica em vitaminas e antioxidantes.

É recomendado o consumo de legumes, hortaliças e frutas que são ricos em vitaminas e sais minerais e ajudam a neutralizar os raciais livres. Não devem faltar alimentos ricos em isoflavonas, tais como: soja, castanhas, nozes e amêndoas. O consumo de água, chás e sucos precisa ser intensificado para manter a pele saudável.

Vale a pena registrar as dicas da SBD para manter a pele hidratada no inverno:

  • Beba no mínimo 2 litros de água.
  • Evite banhos quentes e demorados; evite se ensaboar demais e usar buchas, que contribuem para alterar a composição do manto hidrolipídico (hidratante natural produzido pelo organismo) que protege a pele.
  • Use o hidratante logo após o banho – ainda no banheiro – com aquele vaporzinho pós-banho, pois ajuda na penetração do creme.
  • Se sua pele for oleosa e acneica, evite hidratante comum no rosto, use oil-free nas áreas de maior oleosidade (rosto e tórax).
  • Os lábios também costumam ressecar muito no inverno. É importante usar hidratantes labiais para evitar rachaduras.
  • Use filtro solar diariamente.