voltar para outros artigos

Estrada da Graciosa, um caminho de flores

Embarque Nessa 20 de dezembro de 2016

O Paraná é um belíssimo Estado da Região Sul reconhecido pela capacidade realizadora de sua gente, tem alcançado elevados índices de desenvolvimento econômico-social por meio da diversificação empreendedora e da valorização continuada da educação, hoje tem o menor índice de analfabetismo infantil do país. Sendo sempre lembrado pelos avanços urbanístico de sua capital, Curitiba, e pela relevância no cenário brasileiro de cidades como Londrina e Maringá.

O seu povo possui raízes nas nações tupi-guarani e jê, além das heranças espanhola, portuguesa e africana. Abriga, desde o século XIX, imigrantes suíços, italianos, alemães, poloneses, ucranianos e russos. Em razão dessas influências, conseguiu valorizar as belezas naturais acrescentando atrativos culturais que tornaram o Paraná um aprazível destino turístico.

A diversidade do território permitiu criar dez regiões turísticas: Litoral, Rotas do Pinhão, Campos Gerais, Norte do Paraná, Corredores das Águas Noroeste, Riquezas do Oeste, Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu, Estradas e Caminhos do Centro, Vales do Iguaçu Sudoeste e Terras dos Pinheirais.

Dentre tantos atrativos, vale destacar a Estrada da Graciosa, um caminho intercalado por asfalto e paralelepípedos que começa na BR 116 e liga a cidade de Quatro Barras (região metropolitana de Curitiba) ao Litoral.

placa-serra-da-graciosa

Recompondo antiga trilha de tropeiros, vinte quilômetros de sua extensão estão localizados no trecho mais preservado da Mata Atlântica, uma reserva reconhecida pela UNESCO.

Seis recantos acolhem o visitante:

  • Engenheiro Lacerda – ao sair do Portal da Graciosa avista-se as baías das cidades de Antonina e Paranaguá, sob certas circunstâncias climáticas é possível ver o Pico Paraná;
  • Rio Cascata – de onde se contempla uma belíssima queda d’água;
  • Grota Funda – dali visualiza-se um vale estreito e profundo;
  • Bela Vista – proporciona uma vista especial de Paranaguá e do Pico Marumbi;
  • Curva da Ferradura – início da trilha do centenário Caminho da Graciosa, que já foi a principal estrada de ligação entre Curitiba e o Litoral;
  • Parque Mãe Catira – local com a melhor infraestrutura, onde é possível tomar um banho gelado de rio.

O passeio nesta região de rica fauna e exuberante flora pode ser feito de bicicleta, trem, ônibus ou automóvel. E, certamente, deixará na memória do visitante inesquecíveis lembranças emolduradas por bromélias e hortênsias.

Para programar a sua viagem ao Paraná acesse o Clube Sistel (www.clubesistel.com.br) e conte com o apoio da Bancorbrás Turismo.




  1. Raymundo Luiz de Santana disse:

    A revista eletronica está ótima. Gostei muito, além de ser ecológica. Gostaria de ver outros locais para viajar.i

    • Celeste Arrais disse:

      Olá Raymundo,

      Ficamos felizes que tenha gostado da Perfil Sistel, obrigada.

      Conte para nós para quais lugares gostaria de viajar que falaremos a respeito deles para você.

      Abraços e um ótimo 2017.

      Celeste Arrais