voltar para outros artigos

Meditação, um salto quântico na qualidade de vida

Bem-estar & Saúde 1 de julho de 2016

O médico indiano radicado nos EUA, Deepack Chopra, foi chefe de equipe do New England Memorial Hospital e fundou a Associação Americana de Medicina Védica. É autor de best-sellers mundiais tratando de temas relativos à medicina holística.

Em um de seus livros apresentou a tese da cura quântica. O endocrinologista partiu da observação de doentes considerados incuráveis que tiveram a saúde restabelecida. Ele propõe que “a mente pode aprofundar-se o suficiente para mudar os próprios modelos que formam o corpo. Ela pode, por assim dizer, apagar os enganos impressos na planta básica, destruindo qualquer doença (…)”.

Afirma que “os antigos médicos da Índia eram também grandes sábios e tinham como crença principal a ideia de que o corpo é criado pela consciência. (…) Portanto, a medicina que exerciam era a da consciência, e o tratamento transcendia o mal físico e atingia além, o âmago da mente”. (…) “As pesquisas de curas espontâneas de câncer realizadas tanto nos Estados unidos como no Japão demonstraram que, pouco antes do restabelecimento, quase todos os pacientes passam por uma alteração de consciência”.

Meditar é um dos principais recursos da medicina Védica porque possibilita à consciência atuar promovendo um salto quântico na saúde da pessoa: “O motivo pelo qual a meditação é tão importante no Ayurveda é que ela conduz a mente a uma ‘zona livre’, intocada pela doença”.

Deepack Chopra utiliza a Meditação Transcendental — MT por considerá-la a mais estudada em pesquisas científicas. Nos últimos 50 anos, estima-se que foram produzidas pelo menos 600 publicações acadêmicas a respeito da técnica. Entretanto, existem outras práticas seculares como a meditação Zen, a tibetana e a chinesa que são utilizadas por milhões de pessoas em todo o mundo.

Segundo pesquisadores e praticantes, a Meditação Transcendental propicia os seguintes benefícios:

  • Fortalece a comunicação entre o córtex pré-frontal e diferentes áreas cerebrais desenvolvendo o funcionamento total do cérebro;
  • Abre a percepção a um campo interior de criatividade e inteligência ilimitada;
  • Promove saúde ao reduzir a ativação do sistema nervoso simpático, que por sua vez dilata os vasos sanguíneos e reduz os hormônios do stress;
  • Eleva o desempenho ao reduzir o stress e melhora a saúde cardiovascular;
  • Desenvolve o pleno potencial cerebral, aumenta o QI e melhora o desempenho acadêmico, enquanto reduz a ansiedade e a depressão;
  • Desenvolve um indivíduo saudável, criativo e pacífico.

 

Vale registrar tratar-se de uma técnica simples e de fácil aprendizado, não envolve religião ou crença e produz resultados imediatos para a qualidade de vida das pessoas.




  1. Ligia disse:

    Fantástico! A escritora Louise Hay é uma prova da influencia da mente sobre o corpo.fisico e como.a mentalização atua diretamente sobre as células e o próprio DNA!