voltar para outros artigos

Pilates, um método para integrar mente e corpo

Bem-estar & Saúde 1 de abril de 2016

O alemão Joseph Pilates sofreu de febre reumática e asma na infância, porém nunca se conformou com os limites físicos impostos pelas doenças. Por essa razão, dedicou sua juventude a desenvolver-se em diversos esportes e até mesmo em práticas circenses.

Realizou uma pesquisa profunda por muitos anos. Procurava a melhor forma de integrar mente e corpo conciliando técnicas ocidentais e orientais para o desenvolvimento físico. Como resultado de seus esforços, em 1927, na cidade de Nova York, apresentou o método que tem o seu nome.

Pilates pode ser praticado por pessoas de todas as idades, por atletas e pessoas comuns que desejam manter uma boa saúde, sendo inclusive recomendado para mulheres grávidas.

A fisioterapeuta, Solaine Perini, recorda que o método obedece a seis princípios: “concentração, controle, centralização da força, fluidez e respiração”. Já, a revista especializada Pilates enumerou os benefícios que podem ser alcançados:

  • Alongar, tonificar e definir a musculatura sem exageros;
  • Melhorar a postura;
  • Tonificar a musculatura profunda do abdômen;
  • Trabalhar a percepção do corpo e da mente;
  • Prevenir e recuperar lesões;
  • Reduzir o “stress” e aliviar as tensões;
  • Deixar sua coluna mais forte e flexível;
  • Melhorar a área de movimento das articulações;
  • Melhorar a circulação sanguínea;
  • Aumentar a coordenação e o equilíbrio;
  • Corrigir sobrecargas e alinhar os músculos;
  • Melhorar a mobilidade e a agilidade;
  • Complementar o seu treino esportivo;
  • Melhorar o visual de seu corpo e a sua autoestima.

Os exercícios propostos pelo método Pilates, quando são realizados com a supervisão de um profissional habilitado, constituem uma boa maneira para prevenir o aparecimento de doenças e para alcançar um bom condicionamento físico.