voltar para outros artigos

Reaprender a respirar

Bem-estar & Saúde 2 de fevereiro de 2016

O hinduísmo atribui a criação do universo à respiração de Bhraman, por meio dela é que a matéria, as formas e o tempo passaram a existir. A criação do ser humano é narrada no livro de Gênesis, com as seguintes palavras: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente”. Na China, a milenar arte do Tai Chi Chuan tem, como o seu primeiro fundamento, o controle da respiração para que a energia revitalize todo o organismo.

Geralmente, pouca atenção é dada ao ato de inalar oxigênio e exalar dióxido de carbono, em uma permuta constante com o meio ambiente. Porém, para o professor de Yôga, António Pereira, é possível avaliar como uma pessoa está física, emocional e psiquicamente pela forma como respira. Embora seja uma atividade instintiva, é desaprendida com o passar do tempo. Por isso, em algum momento da vida, é necessário reaprender essa atividade vital.

A fisioterapeuta, Umari Marques, explica que é preciso utilizar a musculatura adequadamente e puxar o ar pelas narinas e não pela boca. Segundo ela, a Reeducação Postural Global (RPG) ajuda a reencontrar a respiração correta para prevenir doenças, reduzir o estresse, a hipertensão e a depressão.

Ao longo das últimas três décadas, Emilce Starling se dedica ao ensino da Yôga. Com base em sua experiência, ela indica dois exercícios que, incorporados ao dia a dia, melhoram a saúde. São eles:

  1. Deite-se em um local tranquilo com as pernas flexionadas. Plantas dos pés na cama ou no chão, caso deseje pode unir os joelhos. As mãos devem ser colocadas abaixo do umbigo e as pontas dos dedos médios devem se tocar.

Feche os olhos, relaxe o rosto e observe o ar entrando e saindo do corpo.

Agora, inspire pelo nariz (sem puxar apressadamente o ar) contando até quatro e sentindo a expansão lateral dos músculos do abdômen. Observe que os dedos médios se separam.

Expire pelo nariz até murchar completamente o abdômen. Perceba que, sem você mexer as mãos, as pontas dos dedos médios se tocam novamente.

  1. Coloque as mãos na altura das costelas com os dedos médios se encontrando levemente.

Inspire, silenciosa e calmamente, contando até quatro, sentindo que as costelas e o tórax se expandem lateralmente. Perceba que os dedos médios se separam naturalmente.

Expire pelo nariz até sentir todo o abdômen contraído. Os dedos médios voltam a se encontrar.

Com as mãos colocadas acima do peito, uma do lado da outra, e as pontas dos dedos médios se tocando, inspire pelo nariz, contando até quatro. Sinta o abdômen expandir-se e o ar subir até a parte alta dos pulmões. Prenda o ar contando até quatro ou, ao menos, até dois. Expire pelo nariz até murchar o abdômen completamente.

Exercite-se tranquilamente, sem forçar nada.