voltar para outros artigos

Tiradentes – A cidade onde nasceu o Herói da Liberdade

Embarque Nessa 1 de abril de 2016

A poeta Cecília Meireles teceu em versos O Romanceiro da Inconfidência, uma obra essencial para compreender o anseio de liberdade que há séculos a nação brasileira alimenta. Ao desvendar o espírito da Inconfidência Mineira, demonstrou que o desejo de construir um Brasil livre de todos os males não foi apenas um sonho dos inconfidentes, mas que esse ardente desejo vem sendo nutrido por sucessivas gerações de brasileiros.

A respeito do Animoso Alferes, em certo trecho diz:

(Lá vai para a frente

o que se oferece

para o sacrifício,

na causa que serve.

Lá vai para sempre

O animoso Alferes!)

Adeus aos caminhos!

– montes, águas, sebes,

ouro, nuvens, ranchos,

cavalos, casebres…-

Olham-no de longe

os homens humildes.

E nos ares ergue

a mão sem retorno

que um dia os liberte.

 

A mão que se levanta no espaço é de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, Patrono Cívico do Brasil.

Curiosamente, o herói brasileiro teve sua memória reabilitada em Portugal por iniciativa do estadista Mário Soares, que o considera um lutador exemplar contra a opressão política e econômica da época em que viveu.

A cidade onde nasceu em 1746, São José del Rei, foi rebatizada em 1889 e passou a chamar-se Tiradentes.

O dia 21 de abril é o feriado nacional dedicado à memória do Mártir da Independência e pode ser uma boa oportunidade de viajar para a cidade que possui um dos centros históricos do período barroco mais bem preservados, pois foi mantido praticamente intacto desde seu tombamento em 1938.

O Largo das Forras é o ponto de partida para conhecer preciosidades arquitetônicas do século XVIII, como por exemplo, o solar que abriga o Museu do Padre Toledo, onde existe um rico acervo de móveis, esculturas e pinturas. Entre as telas ali encontradas se destaca uma de autoria do consagrado Mestre Ataíde retratando o apóstolo São Mateus.

Um conjunto magnífico de igrejas oferece ao visitante a oportunidade de um encontro místico e histórico. Entre as preciosidades da fé e da cultura brasileira está a Matriz de Santo Antônio, cuja fachada foi reestruturada a partir de um risco de autoria de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. O interior do templo é inteiramente revestido em talha dourada.

Outros edifícios, tais como, solares, casarões e sobrados oferecem a oportunidade de uma viagem no tempo. Mas, existe também a possibilidade de aproveitar a natureza.

A Serra de São José proporciona momentos inesquecíveis ao visitante, que pode fazer agradáveis caminhadas ou cavalgadas. Na região, existem inúmeras trilhas além de roteiros para conhecer e usufruir de cachoeiras e grutas. As pessoas que apreciam um pouco mais de ação podem praticar rapel, no lado externo da Gruta Casa de Pedra, e passear de bote pelo Rio Elvas.

Aproveitar o feriado prologando de 21 de abril para conhecer Tiradentes é uma oportunidade de visitar o passado, pensar o presente e projetar o futuro que desejamos para o nosso país.

Para programar a sua viagem às cidades históricas de Minas Gerais acesse o Clube Sistel www.clubesistel.com.br e conte com o apoio da Bancorbrás Turismo.